Esfinge Metal

Serviço de arquivamento de informações do Esfinge Metal!

Eventualmente reinstalo o sistema e acabo tendo de repetir um tedioso ritual de instalar algumas ferramentas. Tedioso pois sempre esqueço exatamente quais pacotes são necessários, então sigo um processo de tentativa e erro. Para facilitar na próxima, documento os mais comuns:

sudo apt-get install build-essential subversion libtool python-tk python-imaging-tk gfortran
Se o programa alvo está no repositório da distro, não precisa verificar as dependências por tentativa e erro, pois, o apt-get pode resolvê-los com o comando
apt-get build-dep "pacote"
Como nem todos os pacotes que utilizo estão no repositório, tentarei lembrar que este post existe para não ter tanto trabalho na próxima reinstalação.

Geralmente os pendrives chegam de fábrica com uma partição do velho formato ext16, por questões de compatibilidade com os sistemas operacionais e dispositivos. Ocorre que esse formato tem à limitação de não poder armazenar arquivos com mais de 4g, normalmente.

Um truque rápido para contornar esse problema é separar o arquivo ou diretório em volumes de tamanho menor. Isso pode ser feito de modo "universal" com o 7zip, em linha de comando:

7z a -t7z -mx=0 -v1024m Arquivos /home/usuario/pasta_grande/
Esse comando irá rapidamente gerar vários arquivos de 1g contendo tudo que está na pasta "pasta_grande". Esses arquivos podem ser restaurados de modo rápido, pois, o argumento -mx=0 implica na não compactação dos dados, isto é, os dados foram copiados.

Isso também pode ser feito pela interface gráfica do nautilus, mas o processo será lento, pois, não há opção para escolher o nível de compressão.

Esse e outros usos do 7zip podem ser vistos na página: http://meng6.net/pages/computing/example/examples_of_using_7z/

Exemplo de utilização do ambiente figura:

\begin{figure}[especificador de posição]
\centering
\includegraphics[scale=0.8]{imagem}
\caption{Legenda}
\label{Referência}
\end{figure}

Onde "especificador de posição" pode ser:





























Especificador Descrição
h Posiciona aproximadamente na posição em que o ambiente foi definido.
t Posiciona no topo da página
b Posiciona no fundo da página
p Pôe numa página separada, apenas para floats
! Sobrepõe os padrões
H Posiciona exatamente onde o ambiente foi definido. Mas para tanto o ambiente float deve estar carregado (i.e \usepackage{float})


Geralmente o ideal é usar o especificador H, o problema é que eventualmente pode ocorrer quebra de página. O mesmo vale para o ambiente tabela:
\begin{table}
\centering
\begin{tabular}[especificador de posição]{|c|c|}
\hline • & • \\
\hline • & • \\
\hline
\end{tabular}
\caption{Legenda}
\label{Referência}
\end{table}

Outras alternativas para o posicionamento de figuras e tabelas são discutidas no artigo "Prevent floating of figures or tables". A dica de usar o pacote caption é muito útil:
\usepackage{caption}
...
\begin{center}
\includegraphics{filename}%
\captionof{figure}{text}\label{labelname}%
\end{center}

Apliquei essa dica para embutir com "\includegraphics{tabela.pdf}" uma "imagem pdf" de uma tabela, e ter a legenda corretamente informando "Tabela 1: ...". Assim:
\begin{center}
\includegraphics[scale=0.65]{tabela.pdf}
\captionof{table}{Texto da legenda da tabela}\label{Label da tabela}
\end{center}

Com isso, também é interessante ajustar as legendas do pacote caption, exemplo:
\usepackage[format=hang,indention=-0.3cm,justification=justified,
margin=30pt,font=small,labelfont=bf]{caption}

A documentação do caption pode ser acessada no Debian com o comando:
texdoc caption

Fonte: LaTeX Wikibook.